Blitz Amazônico
CidadaniaCidadaniaPrefeitura de Manaus

Prefeitura realiza oficina temática sobre ‘Setembro Amarelo’ com estudantes da zona Norte de Manaus

Em alusão à campanha Setembro Amarelo, mês dedicado à prevenção do suicídio, a Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), realizou, nesta segunda-feira, 26/9, uma oficina temática com estudantes da escola municipal Engenheiro João Braga, localizada no bairro Cidade Nova, zona Norte.


A iniciativa teve o objetivo de promover a prevenção e conscientização acerca do tema a fim de fortalecer a campanha na rede municipal de ensino.
Cerca de 120 alunos do 7°, 8° e 9° ano participaram de reflexões sobre o autocuidado, protagonismo emocional, além de roda de conversa sobre a saúde mental. A ação é coordenada pela Gerência de Atividades Complementares e Programas Especiais (Gacpe).
“Neste mês de setembro, a Semed vem desenvolvendo uma programação voltada ao Setembro Amarelo. Assim, nesses encontros e atividades, evitamos falar a expressão ‘suicídio’, mas mencionamos o termo ‘valorização da vida’. Então, por isso conversamos com os adolescentes sobre a importância dessa valorização para evitarmos que sofram de depressão ou ocorra casos de automutilação”, comentou o gerente da Gacpe, Mário Jorge Lima.
Entre os participantes estava o estudante do 9° ano, Gustavo Henrique, que achou positivo o momento de diálogo. “Acho isso muito bom, porque querendo ou não muitos jovens ultimamente estão tendo muitos problemas psicológicos e também escondem isso para si ou não demonstram, porque às vezes tem medo de alguma coisa ou vergonha de alguém julgá-los. O índice de suicídio é bastante grande e a gente tem que lutar contra isso”, comentou.

O estudante também deixou uma mensagem àqueles que estão passando por desafios em sua vida. “Aguente firme, porque você não é a única pessoa que está assim, também há pessoas que estão passando pela mesma coisa e conseguirão te ajudar”, enfatizou.
A pedagoga da unidade de ensino, Ireneude Alves, destacou como as oficinas são importantes para o autoconhecimento dos estudantes.
“A gente se sente muito feliz pela realização dessa oficina, porque são pessoas diferentes que vem falar com nossos alunos o que a gente já trabalha o ano inteiro. Infelizmente, temos casos de alunos que estão com depressão e encaminhamos para o Centro Municipal de Atendimento Sociopsicopedagógico – Cemasp, para realizar o acompanhamento. Essas oficinas contribuem demais para o nosso trabalho”, declarou a pedagoga.
Campanha
A campanha “Setembro Amarelo” teve início no Brasil em 2015 pelo Centro de Valorização da Vida (CVV), Conselho Federal de Medicina (CFM) e Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP). As primeiras atividades realizadas pelo Setembro Amarelo aconteceram na capital do país, Brasília. As estatísticas do Sistema Único de Saúde (SUS) mostram que os casos subiram 12% em cinco anos no Brasil. Entre os adolescentes de 10 a 19 anos, o aumento foi de 18%.

Fotos – Eliton Santos / Semed

Post Relacionado

Em Juruá, PC-AM prende homem e apreende adolescente por tentativa de homicídio

Patrick

‘A Bela e a Fera, O Espetáculo Musical’ traz magia dos contos de fadas para Manaus

Patrick

Com projetos de regeneração urbana, Prefeitura de Manaus prepara presentes para a capital amazonense

Victória Farias