Blitz Amazônico
CidadaniaCidadaniaPrefeitura de Manaus

Maternidade Moura Tapajóz promove treinamento sobre hipoglicemia neonatal

A hipoglicemia é o distúrbio metabólico mais comum no período neonatal, acometendo cerca de 15% dos recém-nascidos de risco, segundo a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). Para prevenir casos de morbimortalidade neonatal e sequelas neurológicas a longo prazo, a Maternidade Dr. Moura Tapajóz (MMT), da Prefeitura de Manaus, promoveu nesta segunda-feira, 17/10, às 19h30, treinamento sobre o “Manejo da Hipoglicemia Neonatal”.


O curso teve como público-alvo a equipe multiprofissional da unidade e foi ministrado pelo endocrinologista e metabologista pediátrico Christiano Castanheiras.

Na ocasião, a médica neonatologista Briza Rocha também apresentou o novo formulário de prescrição das Razões Médicas Aceitáveis para o Uso de Substituto do Leite Materno, de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), com todas as indicações e atualização da literatura.
“Durante as primeiras 48 horas de vida, muitos recém-nascidos saudáveis podem apresentar hipoglicemia devido à adaptação fisiológica à vida extrauterina, então, no treinamento, vamos abordar as principais causas, diagnóstico e tratamento da hipoglicemia neonatal, para garantir que todos os nossos profissionais tenham as informações mais atualizadas sobre o tema”, explicou a enfermeira obstetra e diretora da MMT, Núbia Cruz.
A Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) destaca que os sinais e sintomas de hipoglicemia podem variar de graves (letargia, insuficiência respiratória, apneia, parada cardíaca e outros) a mais leves, como choro anormal, agitação, tremores, irritabilidade e palidez.
“A questão é que essas manifestações são inespecíficas, podendo acontecer também em outras situações patológicas como infecções, anemia, distúrbio eletrolítico, acidose metabólica, cardiopatia, então, por isso, é imprescindível que saibamos reconhecer a hipoglicemia e todo protocolo a ser adotado nessas situações: testes de confirmação, exames que devem ser realizados, ações, de forma a prevenir futuras complicações”, afirmou a médica neonatologista e presidente do Comitê da Iniciativa Hospital Amigo da Criança (IHAC/MMT), Briza Rocha.

Post Relacionado

Codajás ganha escola de tempo integral com nome do avô do dep. Fausto Jr.

Patrick

Prefeitura de Manaus tem reunião com Anatel para tratar de implantação do 5G na capital

Victória Farias

Prefeitura finaliza implantação de rede de drenagem para conter cratera no Zumbi dos Palmares

victoria Farias