Blitz Amazônico
CidadaniaCidadaniaPrefeitura de Manaus

Estudante da rede municipal de ensino representa Prefeitura de Manaus em competição nacional

O estudante Carlos Gabriel Rodrigues, 13, do 7° ano, da escola municipal São Francisco das Chagas, localizada à margem esquerda do rio Negro, na zona ribeirinha, está representando a Prefeitura de Manaus na fase final da XXIV Olimpíada Brasileira de Informática (OBI).


A competição tem o objetivo de despertar nos alunos do quarto ano do ensino fundamental até o primeiro ano do ensino superior o interesse por ciência da computação.

O estudante está classificado na modalidade “Iniciação”, que consiste em provas feitas com papel e lápis, com tarefas sobre lógica no formato de múltipla escolha. A OBI iniciou em março deste ano e possui três fases. A aplicação destas fases ocorreu de modo presencial em escolas designadas pela coordenação da competição.
A escola municipal São Francisco das Chagas atende 40 estudantes da educação infantil, do 1° e do 9° ano do ensino fundamental. A gestora da unidade de ensino, Carla Pereira, disse que o estudante é reflexo das ações de qualidade coordenadas pela Secretaria Municipal de Ensino (Semed) na Divisão Distrital Zonal (DDZ) Rural.

“O aluno reflete o trabalho de qualidade que está sendo desenvolvido na escola, através da questão da informática e do raciocínio lógico. Também recebemos novos computadores e equipamentos, que ajudam ainda mais no desenvolvimento da aprendizagem dos estudantes”, declarou a gestora.

Para Carlos Gabriel, esse momento é muito especial para sua trajetória estudantil. “O sentimento é de alegria em está participando dessa competição de informática. Eu estudei e me dediquei bastante para participar dessa olimpíada. Fico feliz pelo apoio que recebi do professor, porque percebi que é muito importante que a gente siga sempre nossos sonhos”, declarou.

O coordenador do Centro de Tecnologias Educacionais (CTE) da unidade de ensino, professor Luiz Carlos, foi o responsável pela orientação do estudante na OBI. O educador explicou como a participação do estudante na Olimpíada Brasileira de Informática (OBI) é positiva.

“Eu, como professor, trabalho o conhecimento da escola e conteúdo. Enquanto coordenador do CTE trabalho as habilidades para desenvolver esse conteúdo. A OBI é um concurso que ajuda os alunos a desenvolver esse potencial trabalhado em sala de aula, como o ensino da informática e suas aplicações”, comentou Luiz Carlos.
Fotos – Henrique Silva / Semed

Post Relacionado

Prefeitura de Manaus intensifica fiscalização nas feiras abastecedoras de pescado

victoria Farias

Polícia Militar esclarece que CICOMS em Manaus não vão acabar, mas passarão por estudo

Jessika Caldas

Prefeitura e TJ-AM divulgam ações do projeto-piloto da Justiça Restaurativa na rede municipal de ensino

blitzamazonico