Blitz Amazônico
CidadaniaCidadaniaPrefeitura de Manaus

Prefeitura de Manaus institui comitê de erradicação do sub-registro civil

A Prefeitura de Manaus determinou por meio do Decreto nº 5.390, publicado no Diário Oficial do Município (DOM), da última quinta-feira, 22/9, a instituição do Comitê Gestor Municipal de Políticas de Erradicação do Sub-Registro Civil de Nascimento e Ampliação do Acesso à Documentação Básica, no âmbito do município de Manaus, vinculado à Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc).
De acordo com a publicação, o comitê tem o objetivo de planejar, implementar, monitorar e avaliar ações com metas anuais, a fim de erradicar o sub-registro civil de nascimento, por meio da realização de ações de mobilização para o registro civil de nascimento; fortalecer a orientação sobre documentação básica; ampliar a rede de serviço de registro civil de nascimento e documentação básica, visando abranger o atendimento, além de mediar junto aos órgãos responsáveis o acesso gratuito ao Registro Civil de Nascimento, ao Registro Geral (RG), ao Cadastro de Pessoa Física (CPF), e à Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS).
“A partir dele conseguiremos ter um panorama geral do número de sub-registros, com a declaração de nascidos vivos, nos garantindo um indicador mais claro, seguro e fiel para a orientação de campanhas de registro civil. Responsável por nos dar um nome, é através desse registro que temos acesso a nossa cidadania e a todos os serviços promovidos por órgãos executores de políticas públicas”, destacou a subsecretária Graça Prola, da Subsecretaria de Políticas Afirmativas para as Mulheres e Direitos Humanos.

De caráter intersetorial, o comitê ainda será integrado por membros das Secretarias Municipais de Saúde (Semsa); de Educação (Semed); do Trabalho, Empreendedorismo e Inovação (Semtepi); além da Associação dos Registradores de Pessoas Naturais do Estado do Amazonas (Arpem); Defensoria Pública do Estado do Amazonas (DPE-AM); Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Amazonas (OAB-AM); Secretaria de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc); e do Tribunal de Justiça do Estado do Amazonas (TJAM).

Foto – Antonio Pereira / Arquivo Semcom

Post Relacionado

Prefeitura de Manaus premia felizardos do mês de maio da campanha Nota Premiada

victoria Farias

Detento morre espancado em briga de facções dentro do Compaj

Shayenne

Mais de 200 crianças foram vacinadas contra a Covid-19 em Manaus no primeiro dia de atendimento

Redação