Blitz Amazônico
CidadaniaCidadaniaPrefeitura de Manaus

Prazo para a atualização do Cadastro Único encerra nesta sexta

Encerra nesta sexta-feira, 14/10, o prazo para atualização cadastral das famílias inseridas no Cadastro Único (CadÚnico) que tenham realizado a última atualização dos dados nos anos 2016 e 2017.


Com o fim do prazo, as famílias que não atualizaram os dados passarão a ter os benefícios, como o Auxílio Brasil, suspensos. Atualmente, Manaus tem 357.676 famílias inseridas no Cadastro Único. Desse total, quase 219 mil famílias recebem o Auxílio Brasil.
Apesar dos avisos emitidos pelo Governo Federal a respeito do prazo, um total de 14.743 famílias ainda precisam comparecer a um dos 20 Centros de Referência de Assistência Social (Cras), unidade responsável pelo atendimento, para regularizar a situação. A Prefeitura de Manaus conta ainda com duas subcentrais do Cadastro Único, localizadas no Shopping Phelippe Daou e na Galeria Popular Espírito Santo, e de uma Central do Cadastro Único, localizada na sede da Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc), responsável pelo gerenciamento das unidades. As unidades funcionam de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.
“Uma das condições para manter o cadastro válido é que as famílias beneficiadas o atualizem a cada 24 meses, processo que foi suspenso nos últimos dois anos em virtude da pandemia da Covid-19. É importante a atualização cadastral para que as famílias não sofram sanções devido a um cadastro não atualizado, como o bloqueio dos benefícios recebidos”, destacou o chefe da Divisão de Cadastro Único e Transferência de Renda da Semasc, Douglas Marques.
Ainda não foi definida a data de bloqueio para os cadastros das famílias que realizaram a última atualização nos anos 2018, 2019 ou 2020.
Sobre o Cadastro Único

O Cadastro Único (CadÚnico) é a forma principal do governo de incluir famílias de baixa renda em programas federais como Tarifa Social de Energia Elétrica (TSEE) e Benefício de Prestação Continuada (BPC), além de dar direito ao Auxílio Brasil, entre outros benefícios.

Quando a família se inscreve no Cadastro Único, ela se compromete a atualizar os dados sempre que há uma mudança nas características da família ou de domicílio ou, no máximo, a cada dois anos. Nesse caso, o próprio cidadão busca espontaneamente um Cras ou posto do Cadastro Único para atualizar seus dados e é necessária para evitar a suspensão de benefícios ou o cancelamento.
O governo federal também pode convocar as famílias, por meio de cartas, extratos ou telefonemas, a fazer a atualização.

Fotos – Marcely Gomes / Semasc

Post Relacionado

PC prende homem condenado a mais de 10 anos de prisão por estupro de adolescente, em Manaus

Shayenne

Roberto Cidade mobiliza grande número de apoiadores na zona Norte de Manaus

Victória Farias

Prefeitura promove ‘Oficina de Conselho Escolar’ aos novos gestores da rede municipal de ensino

blitzamazonico