Blitz Amazônico
BrasilCidadaniaCidadania

‘Fez bem às crianças’, diz mãe que matou filhas envenenadas, afogadas e esfaqueadas

Responsável pelas mortes das próprias filhas, de 6 e 10 anos, na cidade de Edéia, em Goiás, Izadora Alves de Faria não demonstrou arrependimento pelos crimes.








De acordo com informações da polícia local, divulgadas pelo g1, a criminosa confessou os assassinatos e deu detalhes da execução sem chorar ou exibir tristeza pela perda das crianças.

“Na cabeça dela, ela tinha feito um bem para as crianças. Ela acha que livrou as meninas de viver uma vida que ela viveu”, disse o delegado responsável pelo caso, Daniel Moura.

Izadora foi localizada ferida em um matagal próximo à casa da família, com sinais de que havia tentado o suicídio. Ela foi levada a um hospital da região, onde ficou sob escolta e foi ouvida pela polícia.

Na última quarta-feira (28), ela foi encaminhada ao presídio de Israelândia. Após passar por audiência de custódia, a criminosa teve a prisão convertida para preventiva.

Responsável pela decisão, o juiz Hermes Pereira Vidigal considerou que a mulher agiu de forma “fria, repugnante e cruel” e avaliou que ela oferece risco se permanecer em liberdade.

Com informações do yahoo

Post Relacionado

Ações do BNDES deverão beneficiar universidades públicas, prevê projeto na pauta da CRE

Redator

*A FILA DO SISREG TERÁ FIM EM 120 DIAS*

Redação

‘Perdemos nosso filho’: na calada da noite, gang de macacos sequestra bebê de 2 anos

Shayenne