Blitz Amazônico
CidadaniaCidadaniaPrefeitura de Manaus

Faltando 79 dias para o fim do ano, a Prefeitura de Manaus atingiu em setembro, conforme dados do Conselho Municipal de Desenvolvimento Urbano (CMDU), a soma de 91,2% de todos os processos analisados em 2021: são 425 análises em 2022 contra 466 de todo o ano passado. Na maioria dos processos analisados pelo colegiado de planejamento urbano municipal está a Regularização e Habite-se (197 ou 46,35%), seguido de certidões em geral (150 ou 35,29%) e aprovação de projetos (59 ou 13,88%). Do total, 83%, ou 352, tiveram decisão por provimento integral, e outras 15 (4%) por provimento parcial. Outras 58, correspondente a 14%, foram indeferidas. O CMDU analisa processos desde licenças, Habite-se, renovações e certidões de licenciamento que tramitam no Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb). “O colegiado reflete parte do desenvolvimento urbano da capital e tem papel estratégico na gestão e construção da política para melhoria da cidade, dirimindo desde questões sociais, técnicas a habitacionais”, ressaltou o vice-presidente do Implurb, arquiteto e urbanista Claudemir Andrade. Entre os processos que também vão para o conselho constam aprovação e regularização de edificações; análises e aprovação de medidas mitigadoras e compensatórias para empreendimentos de impacto urbano-ambiental; decisões sobre pedidos de alteração de uso do solo, com atuação da Comissão Técnica de Planejamento Urbano (CTPCU); diligências, entre outros. A composição do grupo é de representantes de 18 entidades civis e públicas. Em todo encontro, realizado sempre às quartas-feiras (exceto feriados e pontos facultativos), um participante de cada entidade deve compor a plenária, somando 18 conselheiros, além dos requerentes dos processos em pauta, caso tenham interesse de participar. Atividade O CMDU é uma importante ferramenta de apreciação de projetos para o bem público, valorizando o esforço do empresariado ao cidadão comum, que busca regularizar sua obra e fazer o melhor pelo urbanismo da cidade, atendendo a legislação em vigor. O conselho foi criado na Lei Orgânica do Município (Loman), no artigo 221, tendo funções normativas, disciplinares e deliberativas sobre as questões relativas aos sistemas, serviços e ordenação do espaço urbano, considerando a legislação em vigor e o Plano Diretor da cidade. O conselho ainda delibera sobre os recursos do Fundo Municipal de Desenvolvimento Urbano (FMDU), parte integrante do Implurb.

Com base nos três pilares de prevenção ao câncer com exames preventivos, alimentação saudável e atividade física, a Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), promoveu, nesta sexta-feira, 14/10, uma programação de palestras e depoimentos alusivos ao “Outubro Rosa”.


O encontro, organizado pela Gerência de Desenvolvimento do Servidor/Serviço Social (GDS) da secretaria, aconteceu no auditório Luiz Geraldo Pontes Teixeira, no Parque 10 de Novembro, zona Centro-Sul, reunindo servidoras da sede, das Divisões Distritais Zonais (DDZs), entre outros setores da Semed.

O objetivo da programação foi de buscar sensibilizar as servidoras da Semed sobre a importância na prevenção e tratamento precoce do câncer de mama, salientando os três pilares de prevenção à doença.
O subsecretário municipal de Administração e Finanças, Lourival Praia, destacou a importância da temática, que tem um cuidado muito especial pela secretaria, na qual é abordada com todos os servidores de forma bem preventiva e de orientação.

“A Semed, através do apoio do nosso prefeito David Almeida e da nossa secretária, professora Dulce Almeida, está realizando uma palestra de conscientização contra o câncer de mama. Lembro que 80% dos nossos servidores são mulheres, não é só o profissional da educação, mas também a mãe, esposa, irmã, filha, ou seja, nós precisamos conscientizar as nossas servidoras da importância dos exames de prevenção”, comentou.
Com seu depoimento de vida por ter passado por momentos difíceis com câncer de mama por duas vezes, a médica veterinária Hellen de Oliveira Benjamin, 44, foi a convidada para relatar sobre seu tratamento e a superação da doença como um todo.

“O meu principal objetivo é fortalecer a conscientização com relação à prevenção ao câncer, que é uma doença silenciosa, que muitas vezes quando a gente descobre, já está em estágio avançado. A alimentação e a atividade física são elementos fundamentais nesse controle, porque muitas vezes a gente deixa de lado, se alimenta mal, come qualquer coisa, diz que não tem tempo para fazer atividades físicas e lá na frente isso reflete negativamente na nossa vida”, salientou.
Com o tema “Alimentação saudável: um dos pilares da prevenção ao câncer”, Paula Mourão, do apoio técnico do Núcleo de Alimentação e Nutrição do Departamento de Atenção Primária, da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), passou informações para as servidoras sobre a temática.
“De que forma nós podemos prevenir o câncer? São mais de 80% as causas preveníveis do câncer com a alimentação. Foi orientado sobre a alimentação saudável, mais exercício físico, que é uma forma de equilibrar o corpo e fazer com que esteja com nutrientes necessários para combater os radicais livres, onde a gente pode estar evitando e prevenindo também de prosseguir o tratamento e evitar algumas situações com alimentação”, citou.

Fotos – Henrique Silva / Semed

Post Relacionado

Prefeitura de Manaus entrega Terminal 2 mais moderno e funcional

victoria Farias

Prefeitura recupera rede de drenagem profunda evitando alagamentos no Petrópolis

Patrick da Silva FARIAS

Ministério da Justiça e Segurança Pública determina que plataformas deixem de exibir filme de Gentili

Shayenne