Blitz Amazônico
BrasilCidadaniaCidadania

Estudante de medicina é preso por induzir crianças a mandarem fotos íntimas

Um caso se tornou viral recentemente e chocou a todos. A Polícia Civil do Distrito Federal prendeu na última quarta-feira, 31 de agosto, um estudante de medicina de 39 anos. A prisão foi decretada em razão do suspeito induzir menores a enviar imagens sexuais e íntimas pela internet.






Segundo a Polícia Civil, o suspeito atuava em jogos virtuais, e suas vítimas tinham até 13 anos. O nome do suspeito não foi divulgado até o momento. As investigações começaram em junho de 2021, depois que a mãe de uma das vítimas descobriu as mensagens sexuais do filho de 12 anos com o suspeito.

Segundo a polícia, o criminoso atuou no Distrito Federal, mais precisamente em Mato Grosso, Minas Gerais. Os investigadores também suspeitam que o suspeito tenha sido m0rt0* na Bolívia. O suspeito estava foragido desde 2021, e foi encontrado recentemente em uma cidade do Mato Grosso.

Segundo informações da Polícia Civil, a mãe de uma das vítimas percebeu, em junho de 2021, que conversas com o suspeito ocorreram há cerca de um mês, em meio a jogos online, que seu filho jogava.



Conversas entre homem preso e vítima de 12 anos – Foto: Reprodução


Em conversas no jogo e no aplicativo, o suspeito manipulou o menor para receber fotos de nudez, enquanto o suspeito também lhe enviava fotos e vídeos pornográficos para a criança.

Investigadores relataram que o suspeito usou sua influência em jogos online para convencer vítimas, crianças, a trocar fotos e vídeos sexuais, com a promessa de colocá-los em posições de destaque e receber prêmios no jogo.

Fonte: AracajuNotícias

Matéria: https://aracajuagoranoticias.com.br/estudante-de-medicina-e-preso-por-induzir-criancas-a-mandarem-fotos-intimas-veja-conversas-exclusivo/

Post Relacionado

Prefeitura de Manaus participa de reunião sobre valorização dos servidores administrativos na CMM

Victória Farias

Cachorrinho destrói mais de R$ 800 reais de figurinhas da Copa do Mundo

Shayenne

Amazonas aplica a quarta dose da vacina contra Covid-19 em idosos acima de 70 anos a partir deste sábado (19/03)

Patrick