Blitz Amazônico
CidadaniaCidadaniaPrefeitura de Manaus

Em ato público, Prefeitura de Manaus chama a atenção para a violência contra o idoso

A Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc), realizou, na manhã desta terça-feira, 27/9, um ato público em alusão ao Dia Internacional do Idoso, celebrado no próximo dia 1º.


A atividade foi realizada na sede da Delegacia Especializada em Crimes contra o Idoso, localizada no bairro Parque 10, zona Centro-Sul.
Somente nos primeiros seis meses de 2022, foram registradas quase 4 mil denúncias de violência contra a pessoa idosa em todo o Estado do Amazonas. Números que reforçam a necessidade de discutir políticas públicas que garantam a segurança e os direitos dos idosos. Negligência, abandono e maus-tratos estão entre os principais casos.

“Em outubro, teremos a validação do primeiro Plano Municipal dos Direitos Humanos da Pessoa Idosa e encaminhamento para o Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa (CMDPI) para apreciação e homologação. Nosso planejamento é que esse documento seja lançado no dia 10 de dezembro, Dia Internacional dos Direitos Humanos”, destacou a subsecretária de Políticas Afirmativas para as Mulheres e Direitos Humanos da Semasc, Graça Prola.

“Dentro do plano de governo do prefeito David Almeida, temos ainda a implantação da Residência Inclusiva, que vai atender as demandas relacionadas ao idoso e à pessoa com deficiência”, finalizou.
Durante o ato, a delegada titular da Delegacia Especializada em Crimes contra o Idoso, Andrea Nascimento, destacou os avanços no atendimento de casos de violência contra o idoso. Apesar de a delegacia não funcionar 24 horas, nos horários entre 18h e 8h, de segunda a sexta, aos sábados e domingos, as denúncias podem ser feitas na Delegacia Especializada de Crimes contra a Mulher, também localizada no bairro Parque 10.

“A Polícia Civil do Estado do Amazonas teve o cuidado de criar o “plantão de vulneráveis” que não atende apenas os casos de violência contra a mulher, mas também de pessoas idosas que estejam passando por alguma situação de violência. Então, naqueles casos em que haja situações fora do horário de expediente aqui da delegacia, o plantão de vulneráveis fará o atendimento e posterior encaminhamento para cá”, declarou a delegada Andrea Nascimento.
Pessoas que presenciarem qualquer tipo de violência contra a pessoa idosa podem fazer denúncia, por meio do número 181, o disque-denúncia da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), pelo Disque Direitos Humanos (Disque 100). O registro também pode ser feito diretamente na Especializada, localizada na rua do Comércio, s/n°, bairro Parque 10, zona Centro-Sul, ou nos canais de denúncia do município: 0800 092 1407 ou 0800 092 6644.

Também participaram do ato a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), Fundação Dr. Thomas (FDT), Secretaria de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc) e os conselhos Municipal e Estadual dos Direitos da Pessoa Idosa (CMDPI) e (CEDPI), respectivamente.

Fique atento aos sinais de violência
Nem sempre é fácil identificar quando uma pessoa idosa está sofrendo algum tipo de violência, mas, de acordo com publicações em sites especializados, alguns sinais podem indicar o problema, como falta de apetite ou perda de peso, mudanças de humor e comportamento, higiene precária, presença de hematomas ou machucados, isolamento, medo ou respeito exagerado com o cuidador.

Fotos – Marcely Gomes / Semasc

Post Relacionado

Prefeito vistoria obras de revitalização no campo da Luzitânia

Patrick da Silva FARIAS

Programa “Asfalta Manaus” chega às ruas do bairro Educandos

Victória Farias

Centro de Testagem da Covid-19 no Vasco Vasques realizou mais de 24 mil exames

Redator