Blitz Amazônico
Economia

Comércio e agronegócio de Rio Preto da Eva recebem mais de R$ 1,3 milhão em investimentos do Governo do Estado

As entregas ocorreram na manhã deste sábado (30/03)

Os setores do comércio e agronegócio de Rio Preto da Eva (a 57 km de Manaus) receberam, neste sábado (30/03), mais de R$ 1,3 milhão em investimentos do Governo do Estado. A entrega foi realizada pelo governador Wilson Lima e o objetivo é fomentar o setor, movimentar a economia da região e consequentemente melhorar a qualidade de vida da população.

O governador destacou que Rio Preto da Eva tem um papel importante na economia do estado por ser o principal produtor de laranja do Amazonas e o principal produtor de peixe em cativeiro.  “É um município que está próximo da produção de gás natural, próximo de Itacoatiara. A AM-010 é o mais importante corredor de atividade econômica da região metropolitana. Rio Preto da Eva tem uma posição estratégica nesse processo, ainda mais no que vislumbra para o futuro com a criação do distrito bioagroindustrial”, disse o governador

A Agência de Fomento do Amazonas (Afeam) realizou a liberação de R$ 673 mil aplicados por meio de 25 operações do programa “Mais Crédito Amazonas” para empreendedores dos setores do Comércio e Agronegócio.

O diretor-presidente da Afeam, Marcus Vinícius, destaca que a instituição tem diversos focos de alcance para liberação de crédito. “O fomento do Governo do Estado transforma a vida das pessoas. E aqui são aquelas pessoas que não conseguem ir para o emprego formal. O Estado se faz presente gerando crédito, gerando emprego e renda para o povo”, disse Marcos.

Também foram entregues cartas para beneficiados com a remissão de dívidas que integraram o pacote de ações emergenciais do Governo do Estado em resposta à estiagem, que somam R$ 337 mil, totalizando 21 operações que receberam o aval técnico do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário do Estado do Amazonas (Idam) para o enquadramento no direito à concessão do benefício.

Os recursos financeiros são direcionados para auxiliar empreendedores na aquisição de equipamentos, expansão de operações, além de fortalecer atividades do agronegócio. O casal Alex Castro, 41, e Gláucia Taíssa, 34, são empreendedores e atuam há dois anos no ramo da marcenaria. Para eles, a liberação de crédito da Afem vai ser fundamental para investir no negócio da família.

“A Afeam vem para estender essa mão, para ajudar aquele que tem vontade de crescer na vida e se tornar um grande empreendedor”, afirmou Gláucia. Alex explicou para onde o recurso deve ser usado. “Comprar material, material da minha profissão, máquinas, máquina de mão que estiver precisando e para ter uma máquina a mais, para quando quebrar uma já tem outra”, finalizou

Entre as entregas realizadas pelo governo, por meio do Idam, estão ainda 200 Cartões do Produtor Primário (CPP), 16 Cadastros Nacionais da Agricultura Familiar (CAF) e 25 Cadastros de Criadores de Abelha sem Ferrão, documento indispensável para o exercício da meliponicultura.

Programa de Aquisição de Alimentos

Por meio da Secretaria de Estado de Produção Rural (Sepror), os investimentos chegam a R$ 380 mil, aproximadamente, e incluem apoio à Feira da Piscicultura e entregas de: 900 mudas de café e 900 de citros (laranja e limão) para 60 produtores; 20 kits pescador; 15 mil alevinos de tambaqui; dois kits de casas de farinha Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Agricultores e Agricultoras Familiares (Straaf) e o Sindicato de Rio Preto da Eva, contendo dois fornos de 75º e 55º, prensa, cevador e motobomba de 5CV. 

A agricultora Fernanda Rodrigues, 28, atua na produção de macaxeira com sua família em Rio Preto da Eva. Ela destaca que o Programa de Aquisição de Alimentos garante a venda de produtos que iriam estragar.

“Eu fico feliz em saber que a minha produção está indo para famílias em situação de vulnerabilidade, porque é uma coisa que eu produzo e vai ajudar outras famílias a se alimentarem”, completou.

Também foram entregues 3,5 toneladas de alimentos a instituições sociais por meio do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), adquiridos de produtores rurais do município, como verduras e legumes (mamão, abóbora, macaxeira, laranja, couve e banana).

“O objetivo principal é sempre conseguirmos atender o maior número de produtores possíveis, isso sempre pensando em fortalecimento do setor primário no estado do Amazonas. Desde 2019 o governo do estado do Amazonas vem investindo muito forte no setor primário e além disso a gente também é o estado que mais compra da agricultura família”, acrescentou o titular da Sepror, Daniel Borges.

Artesãos

O Governador Wilson Lima também realizou a entrega de 30 Carteiras Nacionais do Artesão para artesãos indígenas da região. O documento garante o reconhecimento profissional para o artesão, além dos benefícios que o documento dá para esses profissionais como, emissão da nota fiscal avulsa, a participação de feiras nacionais e estaduais.

FOTOS: Antonio Lima/Secom

Post Relacionado

Construção civil tem inflação de 0,40% em maio deste ano, diz FGV

EDI FARIAS

Prefeitura de Manaus impulsiona e emociona na economia criativa

blitzamazonico

Tax Free para turistas estrangeiros movimentaria R$ 2,1 bilhões

blitzamazonico