Blitz Amazônico
Prefeitura de Manaus

Prefeitura beneficia mais de 90 mil alunos do ensino fundamental com recursos dos Centros de Tecnologias Educacionais

Mais de 90 mil alunos do 1º ao 9º ano do Ensino Fundamental, Educação de Jovens e Adultos (EJA), indígenas e Especiais, em toda a rede municipal de ensino, estão tendo acesso a atividades didáticas com a utilização de recursos digitais. Isso foi possível a partir da implantação, na gestão do prefeito David Almeida, de 236 Centros de Tecnologias Educacionais (CTE), gerenciados pela Secretaria Municipal de Educação (Semed) que devem ser ampliados para 241 no segundo semestre deste ano.

Os CTEs, implementados em 2021, são espaços formais de aprendizagem, compostos por aplicativos educacionais conectados à internet. A finalidade deles é promover um ambiente adequado à realização de oficinas e atividades socioeducativas para alunos e educadores, buscando a melhoria dos processos de ensino e aprendizagem.

Na gestão do prefeito David Almeida, a implementação de ferramentas e metodologias de ensino digital ganhou força e se tornou realidade. Previsto no plano de governo 2021-2024, registrado no Tribunal Superior Eleitoral, um dos objetivos estratégicos para a Educação é melhorar substancialmente o desempenho da rede municipal de ensino, para sua consolidação como o principal instrumento de inclusão social.

“Nenhum gestor, na atualidade, pode dissociar a educação dos avanços tecnológicos. Eles são fundamentais no processo educacional. Nossa proposta é preparar os alunos da rede municipal de educação para que concorram, em igualdade de condições, com os estudantes da rede particular, às oportunidades de acesso em exames, concursos e, futuramente, ao mercado de trabalho. Para isso, estamos criando as condições permitindo que, desde as séries iniciais, eles tenham contato com os recursos digitais”, destaca o prefeito.

Mudança para a modernidade

As atividades desenvolvidas nos CTEs começam pela seleção e preparação do professor que vai coordenar as atividades no espaço – o coordenador de Tecnologias Aplicadas à Educação (Ctae). Esse processo é realizado pela Divisão de Desenvolvimento Profissional do Magistério (DDPM), por meio da Gerência de Tecnologia Educacional (GTE) da Semed. Com a implantação dos CTEs, houve a substituição dos antigos 219 Telecentros em 2020, oriundos das administrações anteriores, com poucas máquinas, além de obsoletas.

Com uma visão moderna e buscando a qualidade do processo ensino-aprendizagem, na gestão do prefeito David Almeida foram adquiridos três mil computadores desktops, distribuídos para os 236 CTEs. Além disso, foram investidos recursos na aquisição de 11 tablets, para as escolas que não possuíam os espaços, aumentando, ainda mais, não só o uso dos recursos digitais educacionais, mas ampliando a inclusão digital entre os docentes. A dificuldade de conexão à internet, em casa, para muitos alunos, é suprida nas unidades de ensino do município, que asseguram o acesso à cultura digital.

Como funcionam

Na escola, o coordenador apresenta os recursos dos CTEs, faz o agendamento das turmas que irão frequentar, auxilia o professor e os estudantes no uso dos recursos e propõe projetos de aprendizagens. Esse trabalho visa o desenvolvimento integral do ser humano, por meio do uso consciente dos recursos digitais.

Além disso, possibilita a interação entre esses recursos, as metodologias ativas e aprendizagem dos estudantes, de acordo com o currículo municipal, a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e o desenvolvimento de habilidades requisitadas nas avaliações externas.

Resultado positivo

Estudos indicam que o uso adequado de recursos digitais contribui para a melhora do desempenho acadêmico dos alunos. Eles se sentem mais motivados, além de interagirem com recursos que antes não possuíam na quantidade e possibilidade que se encontram hoje.

As mudanças foram significativas para os resultados educacionais da secretaria, pois os CTEs funcionam como espaços potencializadores de aquisição, construção e recuperação da aprendizagem. As turmas de estudantes que frequentam os centros, entram em contato com atividades digitais, sendo integradas aos objetos de conhecimentos previstos no Currículo Municipal, bem como, desenvolvem as habilidades necessárias para apoio nas avaliações externas, principalmente a prova do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica (Saeb), o que impactou de maneira positiva no sucesso dos resultados alcançados pela secretaria no último Saeb.

O gerente de Tecnologia Educacional (GTE) da Semed, Austônio Queiroz dos Santos, explica que este é um trabalho que tem sido intenso, mas ao mesmo tempo satisfatório, o da prefeitura, de oferecer o que há de melhor para os alunos e educadores na formação de um ensino de qualidade com atividades tecnológicas.

“O uso das plataformas educacionais e outros recursos presentes nos computadores e tablets dos CTEs, aliados a metodologias ativas oferecem um ambiente propício, acolhedor para a efetivação de uma aprendizagem mais significativa e condizente com os estudantes de hoje, que são nativos digitais”, explica Austônio.

Ele completa que a atual gestão tem foco na educação, como é possível observar nos resultados recordes no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) e no número de estudantes aprovados em escolas técnicas.

“Na gestão David Almeida foram substituídos os Telecentros pelos CTEs, que hoje receberam máquinas novas, nova fiação, internet de melhor qualidade, além de tablets também. Todas essas mudanças foram positivas para os resultados finais da secretaria, pois funcionaram como espaços potencializadores de aquisição, construção e recuperação da aprendizagem”, explicou o gerente.

Aprendizado

Carlos Fabrício, aluno do 5º ano da escola municipal Maria Rufina de Almeida, bairro Alvorada, zona Oeste, garante que aprendeu muito ao usar o espaço do CTE como reforço para suas atividades em sala de aula.

“Eu acho muito legal, porque eu vim de outra escola e quando cheguei aqui em uma escola municipal, vi que tinha computadores e tablets e comecei a me interessar pelos projetos. Daí comecei a participar criando robôs e tudo mais. A gente ficou em segundo lugar na Exposição de Ciências, Robótica, Educação Ambiental, Tecnologia e Inovação (Expocreati) da Semed. Aqui, a gente consegue aprender na base da diversão”, concluiu.

Outro estudante que usufruiu muito dos recursos utilizados no CTE, foi o aluno do 9º ano, Eliseu Sales, da escola municipal Ana Sena Rodrigues, no bairro Colônia Terra Nova, zona Norte. Para ele, é algo que jamais vai esquecer, porque foi uma chance que aproveitou e teve bons resultados em seu aprendizado.

“Eu estou gostando muito desse projeto, que vem me ajudando, por meio do acesso tecnológico que disponibiliza para mim e os alunos, como por exemplo, a plataforma Super Ensino, por meio da computação e dos tablets. Isso vem me ajudando dentro da sala de aula, e até fora, como o prêmio da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep), que recebi duas menções honrosas consecutivas”, concluiu.

Projetos

Um dos projetos desenvolvidos nos CTEs é o projeto de Robótica, que tem apresentado resultados expressivos, oportunizando um aprendizado único aos alunos da rede municipal. Além do uso de aplicativos e plataformas digitais educacionais, com metodologias ativas nos CTEs, há, também, na rede municipal de ensino, o projeto de Letramento em Programação e Robótica Procurumim. Primando pelos desenvolvimentos de habilidades digitais, esse projeto é uma iniciativa da GTE. O objetivo é promover a prática de programação e a multialfabetização dos estudantes participantes, bem como o compartilhamento de conhecimento e o desenvolvimento da criatividade e autoria com programação e robótica.

Nesse projeto, os alunos montam robôs e desenvolvem aplicativos a partir de problemas da realidade. Esses projetos, entre outros, desenvolvidos nos CTEs são apresentados na Exposição de Ciências, Robótica, Educação Ambiental, Tecnologia e Inovação (Expocreati).

Foto – Arquivo/ Semcom (Prefeito) e Ulisson Santos / Semed

Post Relacionado

Prefeitura monitora veículos de grande porte na avenida Ephigênio Salles

blitzamazonico

Dez unidades da Prefeitura de Manaus garantem a vacinação contra a Covid-19 neste sábado, 10/12

victoria Farias

Semsa promove ‘Dia S’ de Mobilização contra o sarampo e intensifica busca ativa de casos suspeitos

blitzamazonico