Blitz Amazônico
BrasilEconomia

Pix é a principal forma de pagamento aos pequenos negócios no Amazonas

Estado é o terceiro do Brasil que mais recorre ao pagamento digital, segundo levantamento do Sebrae

No Amazonas, o recurso do Pix como forma de pagamento é o mais comum para 58% dos micro e pequenos empreendedores, o que coloca o estado como o terceiro onde os clientes mais utilizam essa modalidade. A informação é da pesquisa ‘Pulso dos Pequenos Negócios’, organizada pelo Sebrae e divulgada neste mês.
Ao todo, 133 empreendimentos no Amazonas participaram da sondagem no período de agosto a setembro deste ano. No ranking nacional das transições instantâneas, apenas Roraima (82%) e Amapá (61%) estão na frente
No primeiro semestre de 2021, a capital do estado já havia sido destaque entre as cidades que mais realizaram transações por meio do Pix, com o sétimo lugar. Foram 38,2 milhões de lançamentos, segundo dados Banco Central. No interior, Parintins (661 mil), Itacoatiara (612 mil) e Manacapuru (519 mil) foram os destaques no mesmo período.

Pagamentos tradicionais
O ‘Pulso dos Pequenos Negócios’ revelou ainda que o Amazonas é o segundo estado do país que mais efetua pagamentos com dinheiro em espécie entre os pequenos negócios. Cerca de 23% dos empreendimentos afirmaram o dado no estado, que ficou atrás somente do Piauí (29%).
A pesquisa apontou também que no estado os recebimentos com cartão de débito representam 4% e, para cartão de crédito, cerca de 9%, sendo esta a porcentagem mais baixa de utilização do país junto com o Pará (9%).

Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Post Relacionado

Estados e União participam de nova audiência sobre ICMS no STF

EDI FARIAS

Previsão do mercado financeiro para inflação sobe para 5,96%

EDI FARIAS

Receita paga nesta quarta primeiro lote de restituição do IR 2023

EDI FARIAS