Blitz Amazônico
Cultura

Lutador de Manaus ganha competição internacional nos EUA

No último domingo (4), o atleta manauara de jiu-jitsu Michel Ribeiro, participou do New Orleans International Open 2024, competição internacional que aconteceu no Centro Cívico de Convenções Pontchartrain em Luisiana, na cidade de New Orleans, nos Estados Unidos. O evento foi realizado pela International Brazilian Jiu-Jitsu Federation (IBJJF), uma das mais importantes federações mundiais da modalidade.

O lutador levou a bandeira do município para os tatames do mundo através do jiu-jitsu. Michel conquistou os títulos nas categorias pesadíssima e absoluta, em uma espécie de Copa do Mundo da modalidade, que conta com os melhores atletas em atividade nos diversos continentes.  

Da última vez em que esteve nos Estados Unidos, em 2020 conquistou a categoria e absoluto no campeonato Austin Open, no estado do Texas. De volta à Terra do Tio Sam, em julho de 2023, o atleta disputou o American Nacional em Las Vegas, onde subiu ao pódio ao conquistar a medalha de bronze. Michel também conquistou campeonatos de Gi e No-Gi, que são duas formas do jiu jitsu brasileiro, realizados em Salt Lake City, em Utah.

Trajetória

O gosto pelo esporte começou ainda criança, mas a história do faixa preta na arte suave começou aos 17 anos por incentivo da irmã, Caroline Ribeiro. Segundo o atleta, antes de começar treinar jiu jitsu, Michel praticou natação, treinou capoeira e praticou luta livre.

Atualmente, o amazonense possui novos desafios e um deles é o Mundial Master de Jiu-Jitsu 2024, organizado pela IBJJF, que acontecerá em Las Vegas, nos Estados Unidos. Para isso, Michel irá participar do Oklahoma City Open, que acontece no mês de abril, na   cidade de Oklahoma e do Baton Internacional Open, que acontece no mês de maio, na cidade de Los Angeles, cidade da Califórnia.

Com este currículo, o amazonense que foi morar fora do país, para se preparar melhor para as disputas, e se qualificar como atleta profissional se sente realizado. “Estou em uma das minhas melhores fases como atleta. Realizando mais um sonho e mais um deles será lutar mais uma vez o maior evento de jiu-jítsu do mundo que será o campeonato mundial. Com todo o caminho percorrido até aqui, já me sinto um campeão”, finalizou.

Foto divulgação: Michel Ribeiro

Post Relacionado

Festival de Cinema da Amazônia – Olhar do Norte será realizado em agosto, no Teatro Amazonas 

blitzamazonico

Festival Folclórico da Liga Esportiva do São José 1: 29 Anos de Tradição e Celebração Cultural

blitzamazonico

Sedel divulga a programação da etapa estadual da 4ª Conferência Nacional de Juventude

EDI FARIAS