Blitz Amazônico
CidadaniaCidadaniaSaúde

Fiocruz Amazônia, Unicef e organizações indígenas reúnem lideranças e pajés em Manaus para workshop de medicina indígena

Com a finalidade de socializar as atividades das oficinas realizadas ao longo deste ano nos Estados do Amazonas e Maranhão, o Instituto Leônidas & Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia), em parceria com o Ministério da Saúde, Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) e o Centro de Medicina Indígena, realizará na próxima terça-feira, 25/10, em Manaus, o workshop “Medicina Indígena”, reunindo aproximadamente 50 participantes, entre lideranças indígenas, pajés, tuxauas e kumuãs especialistas em medicina indígena.

O evento acontecerá no hotel Blue Tree, em Adrianópolis, zona Centro-Sul, e terá dois dias de duração.
O evento cumpre mais uma etapa da formação do projeto Echo Covid, de fortalecimento da resposta à Covid-19 na região Amazônica do Brasil. A intenção, de acordo com o pesquisador da Fiocruz Amazônia, Júlio César Schweickardt, coordenador do componente Medicina Indígena do projeto, é promover o compartilhamento de saberes entre os diferentes atores do projeto, vindos de diversas comunidades dos polos regionais de saúde indígena. “São rezadores, benzedores, parteiras e raizeiros que farão um intercâmbio de informações e experiências, visando construir redes de saberes tradicionais e paralelamente fortalecer a medicina indígena no Brasil, em especial na Amazônia”, explica.
As oficinas de medicina indígena já foram realizadas nos municípios de São Gabriel da Cachoeira (de 18 a 19/8), na comunidade Maturacá; em Araribóia, no Maranhão (de 8 a 10/9), e Benjamim Constant (de 21 a 23/9), no polo base Filadélfia, na região do Alto Solimões, no Amazonas. O projeto é financiado pelo Europian Civil Protection and Humanitarian Aid Operativos (Echo) e visa o fortalecimento da resposta da pandemia em vigilância, saúde mental e medicina tradicional com povos indígenas de quatro Estados (Amazonas, Roraima, Pará e Maranhão).
O projeto é desenvolvido pelo Laboratório de História, Políticas Públicas e Saúde na Amazônia (LAHPSA), do ILMD / Fiocruz Amazônia e conta com a colaboração dos pesquisadores em saúde pública Júlio Schweickardt, Michele El Ladri, Kátia Lima, Fabiane Vinente e Alessandra Pereira.

Post Relacionado

Polícia Civil prende suspeito de matar professor de dança

Shayenne

Mulher é morta em sítio no Amazonas e marido é suspeito

Jessika Caldas

GUERREIROS DO AMAZONAS! Sem apoio do Estado; Judocas da FEJAMA conquistam 11 medalhas durante disputa do Sul-Americano de Veteranos realizado em Salvador;

Redação