Blitz Amazônico
Meio Ambiente

Festival de Parintins 2024: “Recicla, Galera” supera a meta e destina 9,1 toneladas de resíduos para reciclagem

O projeto de reciclagem e sustentabilidade do Governo do Amazonas para o Festival de Parintins, o “Recicla, Galera”, chegou ao fim de sua terceira edição, com a meta de coleta de resíduos superada pelo segundo ano consecutivo. Ao longo de uma semana, 9.180,48 quilos de resíduos coletados durante a 57ª edição do Festival foram destinados para a reciclagem.

O “Recicla, Galera” é realizado por meio da Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema) e do Sistema Coca-Cola Brasil, com execução operacional do Impact Hub Manaus. O projeto visa promover um festival mais sustentável, incentivar a destinação correta dos resíduos recicláveis e gerar renda para a Associação de Catadores de Parintins (Ascalpim).

“Nesta edição, a sensação vai além do dever cumprido. Aumentamos a coleta, o alcance, o lucro e renda dos catadores, que são os protagonistas desse trabalho. Esse é um momento muito feliz para nós, ver esses números é saber que todo o incentivo à sustentabilidade que direcionamos para os brincantes da ilha valeu a pena”, afirmou o secretário de Estado do Meio Ambiente, Eduardo Taveira.

A ação conta com o apoio da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa, junto à Agência Amazonense de Desenvolvimento Cultural (AADC). O Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e a Solar Coca-Cola também são parceiros da iniciativa.

“Temos muito orgulho de apoiar o Festival de Parintins há 28 anos e de contribuir para o desenvolvimento econômico e sustentável da região. O ‘Recicla, Galera’ materializa nossos esforços para além da gestão correta de resíduos e geração de emprego e renda. Com este programa, unimos as comunidades em favor dos impactos positivos que beneficiarão o festival e o estado como um todo”, explica Victor Bicca, diretor sênior de Relações Governamentais da Coca-Cola Brasil.

Resultados

O projeto espalhou 41 Ecopontos por toda Parintins, em pontos estratégicos como praças, supermercados e avenidas de grande movimentação. Estes serviram de Pontos de Entrega Voluntária (PEVs) de recicláveis. Todos os resíduos foram triados e pesados no Espaço Sustentável “Recicla, Galera”, que funcionou na Praça da Liberdade.

Como novidade, seis máquinas de coleta de recicláveis foram instaladas, em uma parceria com a Fundação Rede Amazônica, por meio do projeto “Consciência Limpa: Recicla, Amazônia”. Nos Ecopontos e no Espaço Sustentável, foram coletados 5.645,08 quilos em materiais recicláveis, de 24 de junho até domingo (30/06). Nas máquinas de reciclagem, a coleta foi de 590,2 quilos.

O “Recicla, Galera” também promoveu a terceira edição da disputa de reciclagem entre as galeras do Festival de Parintins. Somente na disputa interna do Bumbódromo, a quantidade de materiais recicláveis coletados pelas duas galeras foi de 2.945,2 quilos. Neste ano, o boi Caprichoso conquistou seu terceiro título como Campeão Sustentável.

Superação de metas

A meta inicial para a edição de 2024 do projeto era de oito toneladas, visando superar o alcance de 2023, com 5.840,4 quilos de resíduos reciclados. Com os novos incentivos tecnológicos, aumento do alcance dos Ecopontos e do incentivo à disputa de reciclagem, a meta foi superada em 114,76%.

Além disso, a coleta de latinhas e metais alcançou o valor de 1.138,4 quilos, o que representa um aumento de 3.328% na coleta do material em comparação a 2023. Segundo o secretário, este valor representa um aumento da renda para os catadores, a partir de novas estratégias para coleta do resíduo, considerado o de maior valor no mercado.

“Esse valor veio com o apoio das máquinas coletoras, e impacta diretamente na renda de quem trabalha com a separação de resíduos. Só isso já é uma grande vitória para o que estamos fazendo, de inclusão social, econômica e ambiental do trabalho dos catadores. Esse é o investimento que o Governo do Amazonas tem feito para melhorar a vida das pessoas que estão aqui. É o meio ambiente favorecendo e ajudando a melhorar a vida das pessoas”, declarou.

FOTOS: Alex Pazuello e Mauro Neto/Secom e Tiago Corrêa/UGPE

Post Relacionado

PGE-AM trabalha na formulação de políticas públicas voltadas para o meio ambiente

Redator

Em Brasília, Sema apresenta resultados de ações do Projeto Paisagens Sustentáveis da Amazônia

EDI FARIAS

Sema credencia 27 Agentes Ambientais Voluntários para atuar em quatro Unidades de Conservação

EDI FARIAS