Blitz Amazônico
AmazonasCidadaniaCidadania

CLIMA DE APREENSÃO! Embarcação encalha próximo a Coari e passageiros temem ataque de piratas do rio: “Estão sem água e comida”, denuncia familiar

DA REDAÇÃO BLITZ AMAZÔNICO

Clima de aflição depois que uma embarcação lotada de passageiros, entre elas, crianças, idosos e mulheres encalhou há pelo menos dois dias, nas proximidades da cidade de Coari, depois que saiu na última segunda-feira (26), de Manaus com destino ao município de Tefé, localizado no coração da Amazônia.

Familiares de passageiros revelaram que o barco está encalhado próximo à Comunidade de Moeiro e a localidade está situada em uma área que não pega sinal de internet, sinal de celular deixando os ocupantes da embarcação incomunicáveis. O clima de apreensão toma conta temendo um ataque de piratas de rio.

O site Portal do Holanda conseguiu manter contato com Ofélia Munhois Pereira, filha de um casal de idosos que são ocupantes do barco Nunes que deveria ter atracado no porto de Tefé desde a última quinta-feira (29).
“Disseram que estavam tomando providências, mas até hoje o barco continua lá (encalhado), porque o rio está secando muito e ninguém tem previsão de resgate. Só dizem que estão trabalhando, trabalhando e nada”, desabafa Ofélia.

Parentes de passageiros do barco estão se mobilizando para alugar uma lancha e se aproximar da embarcação e conseguir realizar o resgate, pois a preocupação aumenta a cada dia a medida que está acabando os suprimentos de água e comida.
“Os barcos não se aproxima dele e ele continua encalhado e ninguém fala nada, nem a Marinha se pronuncia. Só sabem dizer que o barco continua encalhado e que estão trabalhando (…) Soubemos que não tem mais água, nem comida e ninguém consegue falar com eles (passageiros). A gente, particularmente aqui, está vendo se consegue uma lancha para chegar ao menos próximo desse barco”, completou Ofélia. 

Post Relacionado

FVS-RCP capacita agentes de endemias de Iranduba para aprimorar identificação de criadouros de dengue

Redação

Assédio moral institucional: prática prejudica profissionais de diversos segmentos

Patrick

Cruzeiro derrota Santos por 4 a 2 no Brasileiro Feminino

Redator