Blitz Amazônico
Carnaval

Banda Cabocrioulo lançará novos hits no bloco Cauxi Eletrizado

A banda promete, nesta segunda-feira (12), um show com retrospectiva e muita festa, no Sesi Clube do Trabalhador

Com um som reinventado, nos seus 18 anos de estrada, a banda Cabocrioulo lavará para os foliões, muito samba, axé, baião, reggae, zouk e afoxé, na próxima Segunda-Feira Gorda de Carnaval (12/02). Desta vez com a presença de um Dj, o grupo promete grande show, na 12ª edição do Bloco Cauxi Eletrizado, que será realizado, no Sesi Clube do Trabalhador, avenida Cosme Ferreira, bairro São José 1, Zona Leste.

Mais maduros, e sempre muito conectados, com uma forte pegada da mistura afro-brasileira, o vocalista Milton Cabocrioulo conta que esse será o primeiro show da banda com novo formato. “Será uma soma de um som mais orgânico com eletrônico. Sem perder a nossa característica”, garante. “Agora, além do trombone, saxofone, guitarra, baixo, percussão completa, a banda sobe no palco com um Dj”, explica.

O repertório da banda, para o show de uma hora, na grande noite do Bloco do Cauxi Eletrizado, já está em fase de conclusão com os ensaios. Mas, segundo o vocalista, é certo que a Cabocrioulo lançará hits com o swing característico da banda, como: “Tamo fazendo nada” e “Já era”.

Agora, além das músicas autoriais antológicas como “Ar mais puro”, do álbum Percuteriaeletroacustica, e “Pense num calor”, do dvd Cabocrioulo no Casarão da Amazônia, a banda vai mandar uma grande seleção couvert de hits nacionais. O vocalista da explica que essa seleção será tocada com as versões do balanço da banda manauara, para agitar quem estiver no bloco e nas proximidades.

Raiz do som
Milton Cabocrioulo conta que a raiz do som da banda nasceu com um quarteto, na época formada com o seu amigo, o músico Maurizio Pessoa Torres, mais conhecido como Mau Mau. “Depois da partida dele nós ficamos meio órfãos do nosso som, que era uma pegada bem particular. Depois até tentamos imitar o que tínhamos com ele, mas, não dava para imitar um negócio de um cara fantástico como aquele figura”, disse.

“Mas, como é impossível imitar, com conteúdo na cabeça, vamos nos reinventar e foi o que fizemos. Será uma grande apresentação com grandes hits autorais e muita música brasileira para fazer o povo dançar nesse Carnaval”, concluiu Milton Cabocrioulo.

Post Relacionado

Por determinação judicial, Escola de Samba Vitória Régia terá que realizar novas eleições para escolha de presidente e membros da diretoria

Redação

Prefeitura de Manaus lança edital de apoio a bandas, blocos e festas de ruas carnavalescas

EDI FARIAS

Carnaval Manaus 2023: Bandas do ‘Malária’ e do ‘Tracajá’ animam mais de 2 mil foliões no sábado

blitzamazonico