Blitz Amazônico
BrasilCidadaniaCidadania

Açougueiro vai a júri popular por esquartejar ex e esconder em freezer

Wandeson Cleiton Rodrigues de Almeida é acusado de matar, esquartejar e esconder as partes do corpo da ex-namorada em um freezer

O Tribunal do Júri de Águas Lindas de Goiás, Entorno do DF, vai julgar, nesta quarta-feira (19/10), o homem acusado de esquartejar a ex-namorada e esconder as partes do corpo dela em um freezer.

O açougueiro Wandeson Cleiton Rodrigues de Almeida fugiu após o crime, no município goiano, e foi preso em Luís Eduardo Magalhães (BA). O crime ocorreu no dia 19 de janeiro de 2020.

A morte violenta de Ketley Estefany Silva Nascimento, que tinha 17 anos à época, lembra o caso de Elisa Matsunaga, condenada por matar e esquartejar o marido, Marcos Matsunaga, em São Paulo.

De acordo com uma vizinha, que não quis se identificar, durante a manhã e parte da tarde de domingo (19/01/2020), Wandeson esteve sentado na calçada e também bateu papo com alguns amigos na porta da residência, mas não deixou ninguém entrar. “Depois, mais para o meio da tarde, ele pegou o capacete e foi andar de moto com eles”, relata a vizinha.

Um amigo do suspeito, que também não quis se identificar, diz que Wandeson era acostumado a ingerir bebida alcoólica quase todos os dias. “Bebia muito e usava droga. Junta isso tudo, aí já viu, né?”

Ele próprio não chegou a conversar com Wandeson depois do crime, mas relata que outros amigos ouviram do açougueiro uma história estranha. “Disse que não lembra de nada do que aconteceu. Teve um apagão”, explica.

Motivação

Segundo o delegado do Grupo de Investigações de Homicídios (GIH) da Polícia Civil de Goiás (PCGO), Cléber Junio Martins, o jovem confessou o feminicídio.

Ele não gostou de ver mensagens trocadas com outro homem no celular dela. “Já teria acontecido uma traição anterior. Ele perdoou, mas agora estaria acontecendo novamente”, explicou.

O relacionamento entre os dois era complicado, conforme conta o delegado Danilo Nunes, que coordena as investigações. Os dois, que se conheceram por aplicativo de mensagens, só moraram juntos por poucos dias no fim de 2019.

Com informações Metropoles

Post Relacionado

Mobiliários e ocupações irregulares são retirados de área pública ao lado do T5

Victória Farias

Recuperado da Covid-19, Alfredo Nascimento retoma as atividades de campanha

Redação

‘Preço do lockdown’: Evasão escolar cresce quase 200% para crianças de 5 a 9 anos durante pandemia

Shayenne