Blitz Amazônico
Prefeitura de Manaus

Visa Manaus conclui segunda parte da operação “Natal com Saúde” com mais 2,6 toneladas de alimentos apreendidos

Prefeitura de Manaus, por meio da Diretoria de Vigilância Sanitária (Visa Manaus), da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), concluiu, nesta sexta-feira (29/12), a segunda parte da operação “Natal com Saúde”. A ação consistiu na fiscalização da qualidade dos alimentos vendidos em supermercados e hipermercados da capital amazonense para, assim, prevenir riscos à saúde da população e fortalecer a importância de seguir as normas sanitárias.

Desta vez, foram inspecionados mais 19 estabelecimentos em todas as zonas da cidade, dos quais um foi autuado e parcialmente interditado. No local, foram apreendidos 2.676 quilos de alimentos em condições impróprias para o consumo, que foram inutilizados e prontamente descartados.

Dentre as irregularidades sanitárias constatadas pela equipe de fiscalização ao longo da semana, estavam produtos sem indicação de procedência e outras informações básicas, carnes descongeladas ou acondicionadas de forma inapropriada, e também laticínios e outros produtos com a data de validade expirada.

A ampliação da “Natal com Saúde”, realizada inicialmente entre os dias 19 e 22 de dezembro, se deveu à grande quantidade de alimentos em situação de irregularidade registrados na primeira fase, como explica o diretor da Visa Manaus, Ewerton Wanderley.

“A nossa Gerência de Vigilância de Alimentos (Gevali), responsável pela operação, optou por estender a ‘Natal com Saúde’ por mais uma semana, a fim de fiscalizar os estabelecimentos que não puderam ser inspecionados no prazo inicial, bem como verificar denúncias recebidas ao longo da primeira etapa”, esclarece.

Saldo final

Com as ações desta semana, a operação “Natal com Saúde” encerra os trabalhos com um total de 64 estabelecimentos fiscalizados, resultando em 12 autuações, duas interdições parciais e a apreensão de 7,3 toneladas de alimentos impróprios para o consumo.

Pelas ocorrências, os locais autuados deverão responder a Processo Administrativo Sanitário, que pode resultar em multa de 1 a 400 UFMs (Unidades Fiscais do Município), cujo valor unitário atual é de R$ 134,77, sem prejuízo de outras medidas cabíveis.

Para o diretor Ewerton, o balanço da operação reafirma a importância do trabalho preventivo realizado pela Prefeitura de Manaus. “A Visa Manaus detectou e tirou de circulação uma quantidade expressiva de alimentos potencialmente prejudiciais à saúde que poderiam ser consumidos pelos cidadãos, levando a complicações que podem ser bastante severas e até causar óbitos. O cuidado não termina aí, porém: a população deve verificar, sempre, informações como a data de validade dos produtos, bem como a aparência e as condições de exposição de carnes, verduras, frutas, laticínios e outros alimentos perecíveis”, alerta.

Serviço

A população pode denunciar irregularidades sanitárias relativas a produtos e serviços por meio da Ouvidoria da Visa Manaus, no número (92) 98842-8481, ou pelo e-mail visamanaus.ouvidoria@gmail.com.

Foto – Divulgação / Semsa

Post Relacionado

Campanha Anual de Vacinação Antirrábica Animal já imunizou mais de 156 mil animais em Manaus

victoria Farias

Crianças menores de 3 anos de idade começam a ser imunizadas contra a Covid-19 em Manaus

victoria Farias

Projeto que cria gratificação urbanística para servidores do Implurb é aprovado na CMM e vai à sanção do prefeito

blitzamazonico