Blitz Amazônico
Economia

Sedecti e Mapa debatem desenvolvimento de ecossistemas de inovação agrícola e florestal no Amazonas

A Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação (Sedecti) realizou, nesta quarta-feira (19/06), uma reunião com representantes do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) em sua sede, em Manaus. Durante o encontro, foi debatido o protocolo de intenções para o desenvolvimento de ecossistemas de inovação agrícola e florestal no Amazonas, além de outras iniciativas voltadas para o estímulo do setor agropecuário no estado, como a proposta de criação de uma plataforma virtual para integrar todos os ecossistemas nacionais.

O secretário da Sedecti, Serafim Corrêa, destacou a importância de iniciativas inovadoras para impulsionar o setor agropecuário e, também, que o encontro é importante em direção ao fortalecimento dos ecossistemas de inovação agrícola e florestal no Amazonas.

“Estamos muito satisfeitos em receber, hoje, aqui na Sedecti, os representantes do Ministério da Agricultura para discutir iniciativas tão promissoras para o nosso estado. Estamos comprometidos em posicionar nossa região como um hub de tecnologia e sustentabilidade, contribuindo assim para o desenvolvimento econômico e ambiental de forma integrada”, enfatizou o secretário.

Segundo o diretor de Inovação do Mapa, Alessandro Cruvinel, a ideia do protocolo de intenções é promover um papel ativo para o Amazonas entre os ecossistemas brasileiros, garantindo destaque para o estado.

“Estamos trazendo aqui para o estado do Amazonas a possibilidade de firmarmos um protocolo de intenções para o desenvolvimento do ecossistema de inovação agropecuário e florestal. A segunda iniciativa é que nós vamos desenvolver uma plataforma virtual para reunir todos os ecossistemas nacionais. Queremos que o estado do Amazonas seja também um ecossistema de destaque nessa plataforma”, ressaltou.

Além disso, foi mencionada a criação de uma política nacional de recursos genéticos para os setores de agricultura e alimentação, cujo lançamento está previsto para julho. Esta política visa garantir a sustentabilidade na Amazônia ao utilizar de maneira consciente os recursos genéticos da região.

A superintendente do Mapa no Amazonas, Dionísia Campos, ressaltou a importância do protocolo para o desenvolvimento do setor agropecuário na região, garantindo a parceria dos governos federal e estadual no processo.

“Acredito que é uma parceria importante. Temos a intenção de assinar muito em breve esse protocolo de intenções do Governo Federal, através do Ministério da Agricultura e do Desenvolvimento também, e o Governo do Estado. O objetivo é sempre desenvolver, mais uma vez, o agronegócio na nossa região”, destacou.

Participaram da reunião a gerente do Departamento de Bioeconomia, Milena Barker; o gerente do Departamento de Extensão Tecnológica e Inovação, Paulo Neto; e o chefe da Divisão de Desenvolvimento Rural do Mapa, Vinicius Lopes.

FOTOS: Bruno Leão/ Sedecti 

Post Relacionado

Picanha mais barata no governo Lula: entenda o motivo da queda nos preços da carne vermelha

blitzamazonico

No Rio, 47,3% devem quitar dívidas com 13º salário, diz Fecomércio

EDI FARIAS

CGE participa do I Fórum de Controle Interno e Externo do Tribunal de Contas do Estado do Amazonas

EDI FARIAS