Blitz Amazônico
governo federal

Ministros Fávaro e Haddad debatem cenário da produção agrícola no Brasil

Em segunda reunião do ano, ministérios estudam medidas conjuntas para manter a estabilidade da agropecuária brasileira
Ministro Fávaro e Haddad debatem cenário da produção agrícola na Brasil


Em reunião com o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, na tarde desta quinta-feira (22), o ministro da Agricultura e Pecuária, Carlos Fávaro, apresentou o cenário e as perspectivas da produção agrícola brasileira, especialmente em relação à safra de soja e milho.


Devido ao impacto das mudanças climáticas, com estiagens em determinadas regiões e chuvas intensas em outras, a atual safra de grãos sofre com perdas de produtividade e os impactos dos preços das commodities e do custeio da produção.


“Devemos ter um ano de pouca renda no campo, aliado a isso, problemas climáticos em todo o Brasil que demandam atenção e medidas a serem adotadas pelo Governo Federal para manter a estabilidade do setor, bem como o crescimento da economia e a geração de empregos. É importante ressaltar que não existe crise no setor. Tivemos um superávit na balança comercial de quase U$ 12 bilhões em janeiro e estamos atentos à produção para que ela continue se desenvolvendo com estabioidade”, detalhou Fávaro.


O Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa), junto à Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), vem fazendo o acompanhamento da safra, que atualmente está em aproximadamente 30% da colheita, e elaborando propostas em tempo real, conforme se apresenta o desempenho da produção.


No dia 30 de janeiro, Fávaro apresentou as primeiras projeções do cenário da agropecuária nacional de 2024 para Haddad e, desde então, o Mapa vem trabalhando conjuntamente com o Ministério da Fazenda para o estudo das propostas a serem apresentadas.


Defesa Agropecuária


Outro assunto discutido durante o encontro foi a reestruturação das carreiras da Defesa Agropecuária. As reivindicações da categoria apresentam impactos orçamentários e estão sob avaliação do Ministério da Gestão e Inovação dos Serviços Públicos (MGI). No entanto, Fávaro ponderou a Haddad a importância da interlocução entre as pastas.

Post Relacionado

Dia dos Povos Indígenas é marcado pela campanha Nunca Mais Um Brasil Sem Nós

blitzamazonico

Governo Federal anuncia escritório em Lajeado (RS) para atender demandas da região pós passagem do ciclone

victoria Farias

Lula: “Até 31 de dezembro de 2026, nós vamos acabar com a fome nesse país”

blitzamazonico