Blitz Amazônico
Cidadania

Mais de mil gatos são salvos de serem abatidos e vendidos como carne de porco na China

As autoridades chinesas resgataram mais de mil gatos que seriam abatidos e vendidos como carne de porco em Zhangjiagang, na China, em 12 de outubro.

A ação ocorreu após uma denúncia de ativistas do bem-estar animal, que encontraram os gatos presos em caixas de madeira em um cemitério. Quando os gatos foram transferidos para uma van, as autoridades conseguiram interceptá-la.

Os gatos seriam vendidos como espetinhos e salsichas de porco. Se a operação não tivesse sido realizada, os animais poderiam ter rendido aos vendedores até 20.500 dólares.

“A carne de gato é vendida a 4,5 yuan o quilo, mas o carneiro no mercado custa 30 yuans o quilo. Um gato pesa sete ou oito quilos e, depois de processado, pesa cerca de quatro ou cinco, e fingem ser [carne de] carneiro e porco. A diferença é o lucro – desde que consigam um gato, têm lucro”, disse um ativista em entrevista ao jornal The Paper.

Os gatos foram levados para um abrigo, onde estão recebendo cuidados.

Post Relacionado

“Princesinha do crime” usava beleza para invadir prédios de luxo

Redação

Prefeitura de Manaus reforça ação de limpeza na zona Leste

Victória Farias

Prefeitura de Manaus retoma ações para preservação do sauim-de-coleira

Victória Farias