Blitz Amazônico
Brasil

Justiça nega nova prisão de Elize Matsunaga por uso de documento falso

A Justiça do interior paulista decidiu que Elize Matsunaga irá permanecer em liberdade, negando um pedido da Promotoria para que ela fosse presa, por uso de documento falso.

Elize foi condenada a 16 anos de prisão após matar seu marido, o empresário Marcos Kitano Matsunaga, em 2012. Em maio do ano passado, ela teve liberdade condicional concedida pela Justiça.

A Vara de Execuções Criminais de Franca, cidade do interior de São Paulo onde Elize reside e trabalha – como motorista de app – considerou que a sentenciada “tem cumprido as condições que lhe foram impostas”, para manter o benefício do livramento condicional.

 Metrópoles

Post Relacionado

No caminho da escola, mãe não acredita no que filha colocou na própria mochila; veja vídeo

Shayenne

Trabalhadores nascidos em fevereiro podem sacar até R$ 1 mil no FGTS

Shayenne

Aneel aprova reajuste na conta de luz em quatro estados

Shayenne