Blitz Amazônico
Educação

Secretaria de Educação reforça orientações padrões para atendimento a alunos da rede estadual em vulnerabilidade

A Secretaria de Estado de Educação e Desporto Escolar promoveu, nesta quarta-feira (29/05), uma transmissão on-line para reforçar, junto aos educadores da rede estadual de ensino, o Procedimento Operacional Padrão (POP) de atenção à violência sexual e outras violações de direitos de crianças e adolescente no ambiente escolar. 

O encontro foi transmitido via Centro de Mídias do Amazonas (Cemeam), da Secretaria de Educação, para todas as escolas do Amazonas e teve como público-alvo professores, pedagogos, assistentes sociais e psicólogos das unidades de ensino. 

Implantado na rede estadual de ensino desde 2021, o POP tem como principal objetivo orientar as escolas sobre os procedimentos corretos na tentativa de agilizar a condução de possíveis situações de violência envolvendo os alunos, tanto no ambiente escolar, quanto fora dele. 

O diálogo foi idealizado pela Coordenação de Atenção à Saúde Psicossocial (Casp), da Secretaria de Educação. De acordo com a coordenadora do Casp, Luciana Macellaro, todas as escolas já conhecem o POP e este foi um momento de reforço, principalmente, em destaque ao 18 de maio, Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual Infantil no Brasil.

“O POP é um procedimento operacional padrão, é um instrumento que garante o passo a passo correto de como a escola deve atuar ao identificar situações de violência envolvendo os alunos, seja dentro da escola ou fora dela. O POP existe para organizar e evitar possíveis erros ao lidar com esses casos”, destacou a coordenadora. 

Luciana enfatizou que, de forma bem clara, todos os profissionais envolvidos na escola, sejam psicólogos, assistentes sociais e o corpo pedagógico, têm a noção do que fazer a partir do momento que os casos são identificados. 

Neste momento de reforço e de intensificação dessas informações, participaram da transmissão de orientações, as assistentes sociais Ceiça Regina Ribeiro e Renata Bianca Freire, e a psicóloga Kellen Maila Siqueira. 

Segundo a coordenadora, a transmissão realizada nesta quarta-feira, visou, inclusive, alinhar as ações com as equipes das escolas do interior.

“A Secretaria de Educação integra uma rede de proteção à criança e ao adolescente formada por diferentes órgãos. Dessa forma, estamos disponibilizando esse conteúdo, para que nosso público-alvo, seja ele a equipe pedagógica ou a equipe psicossocial, atue de forma integrada, na capital e no interior”, ressaltou Luciana Macellaro.

FOTOS: Eduardo Cavalcante /Secretaria de Estado de Educação e Desporto Escolar

Post Relacionado

Malhação Segura: Conselho Regional de Educação Física, Delegacia do Consumidor e Implurb interditam três academias em Manaus

victoria Farias

Alunos da rede estadual selecionados para estudar na Fundação Matias Machline já estão em processo de matrícula

EDI FARIAS

Prefeitura de Manaus abre 74.651 novas vagas na rede de ensino em 2023

blitzamazonico