Blitz Amazônico
Saúde

Saúde do Amazonas inaugura Componente Especializado da Atenção Farmacêutica

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM) entregou, nesta sexta-feira (27/10), o Componente Especializado da Atenção Farmacêutica (CEAF) na Fundação Hospital Adriano Jorge (FHAJ). O centro farmacêutico da unidade é o maior da rede pública de saúde em relação ao número de pacientes atendidos. Quase 2 mil já estão cadastrados no Programa de Medicamento de Alto Custo da FHAJ.

O secretário da pasta, Anoar Samad, destaca que a medida é um avanço no atendimento das pessoas que precisam do Sistema Único de Saúde (SUS).  

“Hoje, o governador Wilson Lima faz mais uma entrega na saúde, muito importante, pois com isso, serão mais de 2 mil pacientes que não vão mais precisar se dirigir à Central de Medicamentos. A maioria dos remédios é para doenças crônicas de alto custo e serão fornecidos gratuitamente. Então, nós estamos descentralizando essa distribuição; com isso, os pacientes vão ser atendidos, acompanhados e receberão seus medicamentos aqui na Fundação Hospital Adriano Jorge. É um grande avanço”, pontua o secretário.

Antes da implantação do CEAF na Fundação Hospital Adriano Jorge, o paciente precisava se deslocar até a Central de Medicamentos do Amazonas (Cema) para receber a medicação. Agora, com o serviço na Fundação, é possível recebê-lo na própria unidade, facilitando o acesso. Há também uma mudança significativa na economia de tempo e recursos financeiros para os pacientes, como explica o diretor-presidente da FHAJ, Ayllon Meneses de Oliveira.

“Identificamos que havia um fluxo muito grande de pacientes em nossa unidade que precisavam se deslocar à Cema para receber seus remédios. São medicações de alto custo para pacientes imunossuprimidos – com imunidade baixa – e com dificuldade de locomoção. Estamos satisfeitos que o governo do Estado e a Secretaria de Saúde, juntamente com a Fundação Hospital Adriano Jorge, possam oferecer isso à população. É uma grande conquista que o povo merece”, declarou o diretor.

A FHAJ atenderá especialidades como endocrinologia, neurologia, renal, pneumologia, reumatologia, gastroenterologia, cardiologia. Os pacientes são do próprio ambulatório da instituição, beneficiando as pessoas que fazem uso dos remédios antes conhecidos como “medicamentos excepcionais” ou de “alto custo”.   

Sobre o hospital  

A Fundação Hospital Adriano Jorge existe desde 1953, atende pacientes da rede pública de saúde com 22 especialidades clínicas e cirúrgicas, que vão desde clínica geral até procedimentos complexos de cabeça e pescoço e cirurgias ortopédicas e bariátricas. A unidade possui 196 leitos ativos e realiza cirurgias eletivas, que são os procedimentos cirúrgicos programados via Sistema Nacional de Regulação (Sisreg), além de ser retaguarda das demais unidades de saúde.   

Fotos: Douglas Santos / Asscom SES-AM   

Post Relacionado

Veja o quão danificada fica a pele do pescoço sem protetor solar

Shayenne

Covid-19: quase 69 milhões estão com a dose de reforço atrasada

EDI FARIAS

Nunca faça isso ao se levantar, as pessoas estão ficando muito doentes por este motivo

Shayenne