Blitz Amazônico
Economia

Programa Crédito Rosa recebe novos notebooks para ampliar o atendimento às mulheres empreendedoras

O programa Crédito Rosa, de financiamento a mulheres empreendedoras, recebeu 34 notebooks novos para ampliar o atendimento das assistidas. A aquisição ocorreu por meio de emenda parlamentar e a entrega dos equipamentos ocorreu nesta terça-feira (02/07), no auditório Dorinha Prado, na sede da Secretaria de Estado de Assistência Social (Seas).

Impulsionando o desenvolvimento econômico, o Crédito Rosa é uma iniciativa do Governo do Amazonas, administrado pela Secretaria de Estado da Assistência Social (Seas), em parceria com Agência de Fomento do Amazonas (Afeam).

De acordo com a secretária da Seas, Kely Patrícia, os equipamentos vão alavancar os atendimentos do Crédito Rosa, que alcança cada vez mais municípios do interior do estado.

“Esses notebooks são muito bem-vindos, eles vão ajudar a equipe a fazer um atendimento melhor das mulheres empreendedoras, tanto na capital quanto no interior.”, destacou a secretária.  

A emenda parlamentar é de autoria da deputada Alessandra Campêlo (Podemos), que destinou R$ 100 mil para a aquisição dos notebooks. De acordo com a deputada, o objetivo é equipar a equipe do Crédito Rosa e ajudar a ampliar o atendimento em todo o Amazonas.

“Entregamos hoje computadores que vão ampliar o programa Crédito Rosa, que tem atendido muitas mulheres e fico muito feliz de poder contribuir com essa emenda parlamentar. Só este ano, já foram mais de R$ 7 milhões apenas para o Sistema Único de Assistência Social (Suas)”, disse a deputada.

Crédito Rosa

Voltado a mulheres que empreendem e atuam no mercado de trabalho autônomas ou Microempreendedora Individual (MEI), o Crédito Rosa é oferecido pela Agência de Fomento do Amazonas (Afeam) e conta com a parceria da Seas, por meio de Termo de Cooperação Técnica.

Com financiamentos que variam de R$ 500 a R$ 21 mil, de acordo com a análise de crédito da solicitante, o programa financia as principais despesas operacionais necessárias para a implantação, manutenção, ampliação e modernização da atividade produtiva, além de auxiliar na aquisição de máquinas, equipamentos, móveis e utensílios para as empreendedoras.

Fotos: Divulgação/Seas

Post Relacionado

Estados e União participam de nova audiência sobre ICMS no STF

EDI FARIAS

Impostos pagos por brasileiros em 2022 passam de R$ 2,8 trilhões

EDI FARIAS

Honda Motos encerra o primeiro semestre com crescimento

blitzamazonico